More Website Templates @ TemplateMonster.com - September 14, 2013!

EU SOU Tancrède Bouveret.Sou uma criança de 11 anos e moro no Brasil.Há dez dias fui diagnosticado com Leucemia Mielóide Aguda

  

Leucemia Mielóide Aguda

Leucemia Mielóide Aguda é um tipo de câncer em que a medula óssea produz um grande número de células sanguíneas anormais.

O câncer agudo piora rapidamente se não for tratado.

O tratamento depende do transplante de medula óssea, que é um tecido gelatinoso encontrado no interior dos ossos, conhecida popularmente como “tutano”. Ela contém as células-tronco, responsáveis pela fabricação das células sanguíneas (hematopoese).

Medula Óssea é diferente de Medula Espinhal. A medula espinhal fica no interior da coluna vertebral e transmite os impulsos nervosos.

Transplante de Medula Óssea (Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas - TCTH)

O objetivo do transplante de cé́lulas-tronco (ou células mãe) hematopoéticas é o de restaurar a habilidade de o organismo produzir células sanguí́neas normais.

O termo “transplante de medula óssea (TMO)” tem sido substituído por “transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH)”. Há muitos termos para transplante, entre eles transplante de medula óssea (TMO), transplante de medula, transplante do sangue do cordão umbilical ou transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH). Estes são todos nomes diferentes para um mesmo procedimento.

Um dos tipos de TCTH é o alogênico, que é um procedimento em que o paciente recebe células-tronco (que podem ser do sangue, medula óssea – tecido esponjoso ou cordão umbilical) de um doador saudável e compatível, que pode ser da família do próprio paciente ou proveniente de um banco de doadores.

Para alguns pacientes, como no caso do Tancrède, este procedimento representa a única opção de tratamento e de cura.

Cerca de 30% das pessoas que precisam de um transplante de medula óssea têm um membro da família que pode doar. Os restantes 70% não têm um doador compatível na família.

Para os restantes 70% dos pacientes, incluindo Tancrède, os médicos tentam encontrar antígenos leucocitários humanos (HLA) de medula óssea compatível a partir do pool mundial de doadores voluntários.

Considere ser um doador voluntário.

 

Registrando-se como doador de medula óssea

Quando um paciente precisa de um transplante alogênico, é realizada uma busca em um registro de doadores de medula óssea e de sangue de cordão umbilical. Utilizando informações sobre o tipo de antígeno leucocitário humano (ou HLA) do paciente, um programa de computador é utilizado para escanear a base de dados de tipos de HLA dos doadores voluntários.


Para reunir as informações (nome, endereço, resultados de exames, características genéticas) de pessoas que se voluntariam a doar sua medula óssea para pacientes que precisam do transplante, foi criado o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (ou REDOME), instalado no INCA (Instituto Nacional de Câncer). Um sistema informatizado cruza as informações genéticas dos doadores voluntários cadastrados no REDOME, com as dos pacientes que precisam do transplante. Quando é verificada a compatibilidade, a pessoa é convocada para efetivar a doação.

 
 
 

Tornar-se voluntário para doação de medula óssea é fácil e não implica em qualquer tipo de risco.

O cadastro pode ser feito em campanhas de doação ou em um hemocentro. Localize um centro de doadores, visitando o site da AMEO http://www.ameo.org.br


Para efetuar o cadastro é necessário colher uma pequena amostra de sangue e preencher a ficha cadastral, um processo que leva, em média, 20 minutos. Ë possível efetuar o pré-cadastro, para agilizar mais ainda o atendimento (http://www.ameo.org.br/doacao-de-medula-ossea/pre-cadastro).
A compatibilidade de medula é determinada pela genética e a chance de encontrar um doador compatível com um paciente é em média 1 em 100 mil. Essa espera para doação pode durar meses ou anos. Se o sistema encontrar um paciente compatível com você (doador), eles entrarão em contato para colher uma nova amostra de sangue e confirmar a compatibilidade.


Lembre-se de sempre atualizar seus dados, pois o paciente compatível pode aparecer a qualquer época de sua vida e você deve ser encontrado rapidamente!

Quem não pode doar:
- Menores de 18 anos e maiores de 54 anos;
- Portadores de HIV ou Hepatite C; e
- Pessoas que têm ou já tiverem algum tipo de cancer.

 
 

O processo de doação

Ao ser chamado para doar, um médico irá avaliar o seu estado de saúde e novos exames serão feitos. Com base nos resultados do seu estado de saúde e da doença do paciente que irá receber a medula óssea, o médico vai explicar qual será o tipo de coleta. Através de aférese (por filtragem do sangue) ou através de punção no osso da bacia.

Há duas maneiras de se coletar medula óssea.

O primeiro modo é a coleta pelo osso da bacia, realizado com agulha na região da nádega. O procedimento dura 60 minutos e é feito com anestesia. O doador fica um dia em observação após o término do procedimento. Como efeito da doação, os doadores sentem dor no local da inserção da agulha semelhante a de uma injeção de benzetacil ou a uma queda num jogo de futebol, que regride em uma semana.


O segundo modo é a coleta pela veia. O doador toma um remédio durante cinco dias para aumentar a produção de células-tronco e no sexto dia as veias do doador estão cheias de células-tronco. O sangue pode ser filtrado por uma máquina que retira as células-tronco e devolve as células do sangue para as veias. Em geral, o processo de coleta dura de 4 a 6 horas. O efeito colateral do medicamento é de dores no corpo, como as de uma gripe sem espirrar, que melhora com um analgésico.

 
 

Ajudando crianças que possuem uma coragem extraordinária

Receber a notícia que uma criança tem câncer pode ser uma experiência aterrorizante e o estresse do tratamento pode ser esmagador para qualquer família.

Por outro lado, não estamos sozinhos.

Muitos recursos estão disponíveis para nos ajudar a passar por esse momento difícil, mas o recurso mais poderoso é a capacidade de AMOR que nós seres humanos temos. Cada um que está divulgando esse material e se conectando conosco, está trazendo a possibilidade de VIDA.

E, de fato, essa é uma possibilidade de dar e receber AMOR e VIDA, por meio de uma criança à espera de uma doação (cura) e cada um de nós, potenciais doadores (curadores). SOMOS TODOS UM.

São Paulo, 20 de abril de 2015.

Com amor e gratidão,
Tancrède e família

   
   

santa casa - são paulo

Endereço para cadastro na Santa Casa, em São Paulo:
Rua Marquês de Itu, 579 - para agilizar o cadastramento, preencha aqui e anote o seu numero:
http://www.santacasasp.org.br/hlaguiche/precadastrodoador.aspx